top of page

É o Bitcoin Seguro? Abordando Preocupações Comuns de Segurança



O Bitcoin tem sido um tópico quente de conversa nos últimos anos, e ganhou muita popularidade entre entusiastas de tecnologia, investidores e o público em geral.


No entanto, isso também levanta uma grande preocupação: "O Bitcoin é seguro?" Bem, essa pergunta tem estado na mente de muitos desde o estabelecimento da primeira criptomoeda do mundo.


Embora sua segurança esteja melhorando com o tempo para ganhar a confiança das pessoas, as fraudes com criptomoedas ainda não desapareceram do mercado.


De fato, um relatório de junho de 2022 da Federal Trade Commission revelou que mais de 46.000 americanos perderam mais than $1 bilhão devido a fraudes de criptomoedas no período de janeiro de 2021 a março de 2022.


E para almejar a lua no campo do Bitcoin, é importante entender seus fundamentos de segurança, abordar preocupações comuns de segurança de criptomoedas e tomar medidas para mantê-lo seguro.


Então, sem mais delongas, pegue sua xícara de café e vamos entrar em detalhes!


Entendendo os Fundamentos de Segurança do Bitcoin



Antes de entrar em outros fatores, é essencial entender as percepções sobre os fundamentos de segurança do Bitcoin:


Tecnologia Blockchain Descentralizada do Bitcoin


A tecnologia blockchain descentralizada é uma parte importante da segurança do Bitcoin. Isso significa que nenhum grupo ou pessoa tem controle sobre ela.


Em vez disso, todos os usuários mantêm o controle do Bitcoin coletivamente. Note que as blockchains descentralizadas são geralmente imutáveis, o que significa que os dados inseridos não são reversíveis.


Role of Cryptography Papel da Criptografia


Você ficará surpreso ao saber que a segurança do Bitcoin está profundamente enraizada na criptografia. Agora, você pode estar se perguntando o que esse termo significa (especialmente se você é novo no campo).


Ela protege suas transações que ocorrem na rede, verifica quaisquer transferências de tokens ou ativos digitais e lida efetivamente com a geração de novas unidades de moeda.


Chaves Privadas


Quando se trata de segurança garantida em transações de Bitcoin, a chave privada (um número secreto) vinculada ao seu endereço principal de Bitcoin é muito útil. Certifique-se de manter sua chave segura, pois se alguém mais tiver acesso, poderá gastar todos os seus bitcoins sem que você saiba - deixando você frustrado e de mãos vazias.



Abordando Preocupações Comuns de Segurança


Natureza Pseudônima do Bitcoin

Uma das concepções errôneas mais comuns é que o Bitcoin é totalmente anônimo, mas isso não é verdade. Em vez disso, ele é considerado pseudônimo.


Embora suas transações não estejam diretamente vinculadas à sua identidade, elas são registradas com segurança na blockchain e podem ser rastreadas até seu endereço atual de Bitcoin.


Risk of Hacking and TheftRisco de Hackeamento e Roubo

De acordo com a Chainanalysis, 2022 foi o maior ano para hackeamento de criptomoedas, com mais de $3,8 bilhões roubados de diferentes empresas de criptomoedas. Portanto, é evidente que as pessoas começariam a criar cenários e se sentir inseguras sobre isso, já que ataques de alto nível resultaram na perda de milhões de dólares em valor.


Mas adivinhe só? Você pode facilmente adotar a prevenção de hackeamento de criptomoedas através do gerenciamento eficaz de chaves privadas e da proteção de ativos digitais. Use métodos de armazenamento offline ou simplesmente armazene suas chaves em uma carteira de hardware pessoal para uma segurança excepcional!


Irreversibilidade das Transações Bitcoin

As transações Bitcoin são irreversíveis. Não podem ser desfeitas uma vez que você confirme a transação e a adicione à blockchain. Isso torna importante ter cuidado ao enviar fundos, então certifique-se de verificar novamente o endereço do destinatário antes de prosseguir com a transação.


Golpes e Atividades Fraudulentas

A natureza pseudônima e descentralizada do Bitcoin atraiu fraudadores e golpistas. Seja sobre exchanges falsas, ataques de phishing ou esquemas Ponzi, essas fraudes sempre tentam causar confusão. Portanto, você precisa fazer uma pesquisa adequada antes de se conectar a qualquer oportunidade de investimento ou serviço relacionado ao Bitcoin.


Melhores Práticas para Manter Seu Bitcoin Seguro



A segurança do seu Bitcoin depende principalmente de como você realmente o armazena, investigando práticas de segurança. O nível de criptografia, o uso de senhas fortes e a escolha da sua carteira de criptomoedas desempenham um papel importante para manter as moedas seguras a longo prazo.


Aqui estão as melhores dicas que você deve seguir:


Primeiro, certifique-se de não comprometer o armazenamento de suas chaves privadas. Carteiras de hardware, como Trezor ou Ledger, fornecem segurança de alto nível mantendo suas chaves offline. Além disso, algumas soluções de armazenamento offline, como computadores offline ou carteiras de papel, também fazem maravilhas quando se trata de proteger Bitcoins contra tentativas de hackeamento.


Outra prática crucial é atualizar seu firmware e software para evitar vulnerabilidades na Blockchain. Isso inclui principalmente seu sistema operacional, carteiras de hardware e qualquer tipo de software de carteira que você use. Qualquer dispositivo móvel ou computador que esteja executando o software da carteira deve usar autenticação de dois fatores. Além disso, os telefones devem exigir um PIN ou reconhecimento de impressão digital para desbloqueá-los. Além disso, use software antimalware em seus dispositivos para aumentar a proteção contra malware, sites falsos e ataques de phishing.


Por fim, nunca compartilhe suas informações pessoais com ninguém, especialmente relacionadas ao Bitcoin (não importa o quão próximas sejam suas relações). Os golpistas usam táticas de engenharia social para enganar as pessoas a revelar informações confidenciais. Portanto, evite clicar em links suspeitos ou sites desconhecidos.


The Role of Exchanges and Third-Party Services


Você sabia que podem haver altos riscos de segurança quando se trata de manter fundos em exchanges centralizadas? Bem, isso é verdade! Embora sejam bastante convenientes para negociar Bitcoin, os riscos associados a isso não devem ser negligenciados.


E se você deixar seu Bitcoin na exchange, você está confiando inteiramente neles para seus fundos, o que leva a riscos/fraudes e perdas significativas para os usuários. Além disso, isso já ocorreu em várias ocasiões. Então, sempre lembre-se do ditado, "não suas chaves, não suas moedas".


A auto-custódia é a chave para possuir 100% de suas criptomoedas. Hoje, existem muitas maneiras de conseguir isso. Uma excelente opção é o Cuvex, um dispositivo de criptografia offline. O Cuvex não precisa de uma conexão com a internet para criptografar sua frase-semente em cartões NFC com segurança.


Para garantir que suas criptomoedas permaneçam seguras, esteja sempre atento e escolha exchanges, serviços ou produtos confiáveis que priorizem a segurança. Procure aqueles que implementem fortes medidas de segurança, como auditorias regulares, armazenamento offline e criptografia.


No mercado online, onde golpes são comuns, é crucial para cada usuário retirar o Bitcoin de suas carteiras regularmente. Essa prática, muitas vezes resumida como "não suas chaves, não suas moedas", garante que você tenha controle total sobre seus fundos e chaves privadas.


Ao seguir essas diretrizes, você pode aumentar significativamente a segurança e o controle de seus ativos criptográficos.


Conclusão

Embora o Bitcoin tenha recursos de segurança inerentes, você não deve evitar as melhores práticas que mencionamos acima - para que você possa manter a segurança de seus fundos.


As histórias de hackeamento podem ser assustadoras e podem impedi-lo de investir em Bitcoins, mas lembre-se de que nenhum sistema é totalmente à prova de falhas e você terá que seguir as diretrizes de segurança para reduzir significativamente os riscos.


Se você decidiu investir, esteja preparado para altos e baixos. É assim que a criptomoeda funciona!


Boa sorte em sua jornada, pessoal!


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page